22 mar Logo De Bernt Entschev

Manter o clima organizacional em alta reflete em bons resultados para a empresa

autor post De Bernt Entschev
De Bernt

capas-pulse-1

As empresas estão em constante busca por aumento de produtividade e resultados cada vez mais robustos. Para isso, investem em potente tecnologia e contratação de colaboradores altamente capacitados. De fato, são boas estratégias para alavancar os números, mas por si só não funcionam se o bom clima organizacional não for mantido.

Não existe uma fórmula única para conseguir manter o otimismo e bom desempenho em uma organizacional, mas os gestores podem, através de diversas ferramentas, colaborar para um cenário positivo. Valorizar um colaborador é fundamental. E isso pode ser feito não apenas de forma motivacional, com o reconhecimento dos bons serviços prestados, como por meio de gratificações financeiras e investimento em cursos e viagens de aperfeiçoamento.

O gestor é, aliás, peça-chave na contribuição do bom clima organizacional. Em primeiro lugar, se ele for um bom líder, que saiba delegar, mas também chamar a responsabilidade para si quando necessário, perceber insatisfações e tentar resolvê-las, ser transparente com seus funcionários e dar autonomia para que possam se desenvolver e criar seus próprios projetos, já estará fazendo um bom trabalho.

Mas também é vital que o líder reconheça quando existem problemas em sua equipe e aja rapidamente para dissipá-los. Muitas vezes, uma pequena crise entre um grupo de colaboradores pode virar um problema muito maior e difícil de ser controlado caso se dissemine pela organização. Funcionários insatisfeitos não trabalham bem, não se desenvolvem e contaminam os demais.

Existe uma infinidade de pesquisas que mostram que os colaboradores dão mais valor para trabalhar em empresas onde se sintam bem, com clima agradável e de coleguismo entre os funcionários do que um salário acima da média do mercado.

Claro que os benefícios sempre são levados em consideração, mas não é o ponto principal. De nada adianta ganhar muito bem se passar oito ou mais horas no ambiente de trabalho é um fardo.

Daí a importância da pesquisa de clima organizacional, que é aplicada por profissionais especializados em recursos humanos. As consultorias possuem ferramentas próprias que são capazes de diagnosticar ruídos nas relações interpessoais nas empresas e prever crises internas. É muito comum, por conta do acúmulo de tarefas e da correria do dia a dia, que um gestor por si só não seja capaz de antever problemas nem descontentamentos de sua equipe. Com a avaliação do clima, consegue ter em mãos um estudo detalhado sobre cada funcionário, anseios e perspectivas e, também, um feedback sobre o seu trabalho enquanto gestor, ou seja, como ele é visto por sua equipe e quais ações pode tomar para melhorar o ambiente.

Quando a satisfação dos colaboradores melhora, a produtividade dos negócios cresce, o otimismo aumenta e até mesmo as faltas por problemas de saúde diminuem consideravelmente. Como se pode ver, diagnosticar o clima de uma organização é fundamental para a perpetuidade dos bons resultados do negócio.

 

Patrícia Fadini é Diretora Regional responsável pelas operações da De Bernt na região sudeste.


Faça download: Arquivo


Posts Relacionados