08 Nov Logo De Bernt Entschev

O que é Outplacement e qual sua importância para altos cargos?

autor post De Bernt Entschev
De Bernt

outplacement-importancia-para-altos-cargos

O momento de demissão é sempre muito delicado, pois esse é um processo que mexe emocionalmente tanto com quem é demitido quanto com a pessoa que demite. Quando o desligamento é de um profissional de alto cargo, a situação pode ficar ainda mais difícil.

Uma ferramenta utilizada para minimizar os danos dessa situação é o Outplacement, que podemos definir como uma espécie de humanização do processo de demissão.

Para entender o que é Outplacement e conhecer seus benefícios, confira este artigo que preparamos!

Conceito de demissão responsável

Desligamentos afetam de diversas formas aqueles que saem e também aqueles que ficam na empresa. É comum que sentimentos de angústia e insegurança apareçam e gerem alterações no clima organizacional. Por isso, os gestores devem estar preparados para manter um bom ambiente e deixar o clima o mais estável possível.

Estar preparado envolve uma preocupação e um cuidado em como será o processo demissional e em como os remanescentes receberão a notícia. Esse cuidado é conhecido como demissão responsável e o Outplacement é um recurso para sua execução.

Definição de o que é Outplacement

O Outplacement foi criado nos Estados Unidos, na década de 60. Na época, ocorreu uma crise no setor aeroespacial e de eletroeletrônicos e essa foi uma ferramenta que a área de Recursos Humanos utilizou para prestar auxílio na busca de recolocação no mercado de trabalho dos cientistas e engenheiros demitidos.

Os programas foram difundidos pelo mundo e, inclusive, alguns países da Europa tornaram a prática obrigatória por lei.

Na década de 80, o método chegou ao Brasil com a abertura da economia nacional, estimulada pela crescente competitividade no mercado. Atualmente, é conhecido e utilizado por grandes organizações nas demissões de executivos. Essa prática busca humanizar os desligamentos com uma série de ações desenvolvidas com o profissional dispensado.

De acordo com a Association of Outplacement Consultancy Firms International (AOCFI), associação responsável por regular internacionalmente a atividade, o Outplacement é um processo que estrutura as bases profissionais para auxiliar o colaborador demitido a compreender o mercado de trabalho de modo organizado e disciplinado para conseguir em pouco tempo e com mínimo de impacto, uma recolocação ou definição por um plano “B” de carreira, por exemplo, empreender.

Outplacement na ficção

O filme “Amor Sem Escalas” (Up In The Air, 2009), retrata os dramas das relações empresariais que se agravam em um momento econômico delicado. Na trama, um programa de Outplacement é executado pelo personagem do ator George Clooney, de acordo com o paradigma americano, no auge da crise em 2009.

Por ser um filme, algumas fases do programa são apresentadas de forma irônica e nos deparamos também com o sofrimento que um profissional demitido vive, inclusive com casos extremos. Vale assistir pera refletir.

Abordagem individual ou coletiva

O Outplacement pode ser realizado de maneira individual ou coletiva. O individual visa a execução de ações customizadas e planejadas de acordo com uma necessidade específica para que um profissional possa conhecer seu perfil profissional, refletir sobre a carreira e auxiliar na buscar por uma recolocação no mercado de trabalho.

Já o coletivo é adequado para empresas que passam por transições, reestruturações, entre outras situações similares. Nesses casos, tanto a organização quanto os profissionais recebem apoio e oportunidades adequadas.

Importância e benefícios

O método Outplacement é bem-visto por quem é assessorado por ele e pela empresa em geral. Ele demonstra que existe respeito e cuidado com os colaboradores, além de ser uma forma de ação de responsabilidade social.

Devido o planejamento e a comunicação adequada, essa ferramenta oferece diversos benefícios para a organização, como:

  • minimização dos impactos causados por demissões;
  • diminuição dos eventuais passivos trabalhistas que o processo demissional pode gerar;
  • preservação da qualidade do clima organizacional;
  • fortalecimento da imagem corporativa frente ao público interno e externo;
  • promoção de um diferencial competitivo para a empresa no mercado.

Já para os profissionais, os benefícios são:

  • amparo para conseguir outro emprego rapidamente;
  • orientações para identificar alternativas de carreira;
  • reflexão sobre sua trajetória profissional;
  • aprimoramento do networking.

Etapas do Outplacement

Esse processo é dividido em 3 principais etapas. Confira:

1. Planejamento

A primeira fase inicia antes da demissão propriamente dita. O RH planeja, em conjunto com uma empresa de consultoria especializada em Outplacement, como será feito o desligamento — esse planejamento é feito baseando-se no perfil do profissional. Além disso, é definido como o processo será conduzido da melhor forma possível.

O momento da notificação também é organizado: quais argumentos serão abordados, qual é a melhor data, quanto tempo a conversa vai durar e se será realizado de maneira individual ou coletiva.

2. Informações úteis

O próximo passo é comunicar o desligamento ao profissional. O RH tem o dever de informar ao colaborador sobre seus direitos, quanto receberá e os detalhes sobre o seu processo de transição.

Nenhuma informação deve ser omitida, seja sobre o motivo, como será feito o desligamento ou o início e a duração do processo.

3. Recolocação profissional

Essa é a última e a mais importante etapa do processo. Nessa fase, a empresa especializada em consultoria orienta o profissional sobre como conseguir uma nova oportunidade, além de oferecer apoio psicológico para enfrentar o momento.

O currículo é analisado e são feitas as devidas reestruturações. A pessoa recebe dicas e instruções para desenvolver sua performance, aprimorar seu networking, fazer um estudo de sua carreira e estruturar suas metas e objetivos profissionais. Palestras, treinamentos e workshops ligados à carreira e ao mercado também podem fazer parte do processo.

Após o estudo e o acompanhamento de perfil, a empresa especialista em Outplacement busca por companhias que combinem com o assessorado e com suas qualidades profissionais. É feita, então, a recolocação no mercado.

Podemos ver, então, que o Outplacement vai além de uma simples recolocação profissional, que, geralmente, visa apenas encontrar um novo emprego para o indivíduo, sem abordar as consequências da transição e os aspectos emocionais envolvidos no processo.

Neste artigo, falamos sobre o que é Outplacement e como essa importante ferramenta de gestão organizacional oferece um enfrentamento positivo a um período tão difícil que é o desemprego. Estude a opção mais adequada para sua empresa e passe a contar com os benefícios desse método.

Agora que você compreende a importância da demissão responsável, entre em contato conosco para conhecer as opções de Outplacement coletivo e individual que oferecemos. Acesse nosso site!


Faça download: Arquivo


Posts Relacionados