05 abr Logo De Bernt Entschev

Importância da performance individual na sucessão

autor post De Bernt Entschev
De Bernt

capas-pulse-1

A estruturação do plano de desenvolvimento individual bem como do plano de sucessão são de extrema importância para a motivação dos profissionais dentro das organizações. Além disso, tais projetos permitem um ganho imensurável no que tange à preparação das empresas para movimentações inesperadas de profissionais, principalmente dos cargos mais estratégicos. Contribui ainda, em produtividade, já que o desenvolvimento gradativo lhe permitirá aplicar seus conhecimentos e competências de forma mais eficaz em suas atuais funções.

Quando falamos sobre desenvolvimento individual, nos referimos diretamente ao autoconhecimento, à compreensão do profissional em relação as suas competências, e onde e como estas poderão contribuir para a organização. Na maioria dos casos, o profissional não possui a oportunidade de evolução por não se conhecer e compreender alguns pontos necessários para evolução, ou até mesmo por não utilizar o que tem de melhor dentro de áreas mais coerentes ao seu perfil.

Quando a empresa possui avaliação de performance e rotinas de feedback estruturadas, contando com mapeamentos comportamentais, competências, entre outras ferramentas que poderão contribuir para o autoconhecimento e com as definições de ações voltadas para esse processo, o colaborador consegue enxergar a preocupação e a “aposta” por parte da empresa em contribuir para seu processo de ascensão profissional.

E quando existe um plano de sucessão bem definido, mesmo sem acesso a esse tipo de informação, com o passar do tempo o profissional consegue enxergar como um processo natural da empresa, visualizando as possibilidades internamente, entendendo o investimento, e compreendendo que em casos de movimentação ou novas oportunidades, esta poderá olhar para dentro de casa, e dessa forma os profissionais poderão buscar ainda mais desenvolver-se e trabalhar nas questões definidas dentro de seu Plano Individual.

O mapeamento de perfil que é realizado para a elaboração ou manutenção de um plano sucessório, se definido de forma coerente, permite ainda que a empresa possa se preparar para casos de movimentações interna ou externa e aposentadoria, por exemplo, sendo capaz de preparar profissionais com maior potencial para essas cadeiras.

 

Carla Chudi é Consultora em Soluções Corporativas, com experiência na área de Recursos Humanos, atuando com Recrutamento e Seleção e Treinamento e Desenvolvimento em empresas nacionais e multinacionais, dos segmentos de serviços e indústrias.


Faça download: Arquivo


Posts Relacionados