06 Sep Logo De Bernt Entschev

Os impactos financeiros de uma má contratação de funcionários

autor post De Bernt Entschev
De Bernt

impactos-financeiros-de-uma-ma-contratacao-de-funcionarios

Um bom gestor de RH sabe o quanto a etapa de contratação de funcionários é importante para a empresa. É nesse momento que a organização poderá definir as qualidades e competências que o novo integrante do time corporativo deve ter e selecionar o melhor candidato para ocupar a vaga.

Portanto, é fundamental que esse processo seja realizado com sabedoria e da forma mais adequada possível para evitar problemas futuros. Más contratações podem trazer diversos infortúnios para o ambiente de trabalho, principalmente financeiros.

Então, é sempre bom ter o máximo de conhecimento possível sobre o assunto a fim de conseguir identificar os impactos e evitar que isso aconteça na empresa.

Os principais impactos da má contratação

Antes de tudo, é preciso pensar que uma contratação errada é capaz de afetar o seu negócio mais do que você imagina. Escolher o funcionário errado pode comprometer o rendimento do trabalho e atrapalhar o desempenho dos outros profissionais.

Isso ocorre porque os colaboradores são os responsáveis pelos resultados da empresa. Quanto mais engajados com a organização, maior será a probabilidade de alcançar resultados melhores. Agora, se um deles não é adequado, é possível que ele comprometa todo o ambiente corporativo.

Sendo assim, você verá a seguir alguns pontos que precisam de atenção a fim de evitar que sua companhia tenha prejuízo, em vez de ganho, com o novo colaborador.

Despesas com a falta de conhecimento técnico

Em primeiro lugar, um funcionário que não domina a função que precisa exercer ou que não tenha nenhuma experiência no assunto, pode prejudicar o andamento do trabalho. Claro que o serviço pode variar um pouco em cada empresa e que as pessoas precisam de um tempo para se habituarem à nova função. Mas é necessário que o colaborador tenha um conhecimento prévio do trabalho que deve ser realizado.

A falta de expertise pode prejudicar a financeiramente a companhia, pois o tempo de treinamento será maior. Quanto mais tempo o profissional levar para dominar as funções que foi contratado para exercer, mais demorará a apresentar resultados à organização.

Além disso, os custos com treinamento tendem a ser mais altos. Afinal, devido à falta de conhecimento técnico, o funcionário deve passar por capacitações que o ajudarão a realizar o trabalho. Mesmo que haja outros colaboradores responsáveis por transmitir o serviço ao novo contratado, eles também deverão interromper temporariamente suas atividades para treinar o novato.

Membros da equipe com perfil inadequado

Outro ponto que pode afetar a empresa financeiramente, devido à má contratação de funcionários, é a escolha de um perfil inadequado para compor o time de trabalho. Não adianta escolher um profissional que fale três idiomas, tenha pós-graduação no exterior e vasta experiência em multinacionais, se ele não estiver adequado à cultura organizacional e não conseguir manter um bom relacionamento com os colegas.

É preferível que o processo seletivo demore mais que o esperado do que contratar alguém que gerará problemas no futuro. A empresa precisa entender que, nem sempre, um bom currículo é sinônimo de resultados satisfatórios.

Assim, é necessário analisar bem os candidatos à vaga. Para isso, é preciso adotar a avaliação de perfil comportamental no processo de recrutamento e seleção. Esse método ajuda a identificar a personalidade do candidato, seus valores pessoais e como ele interage com perfis diferentes do seu.

Contratar alguém cujo caráter corporativo não se encaixe com a cultura da empresa não só gera prejuízo com os gastos envolvidos na contratação, como pode comprometer o rendimento de trabalho dos outros funcionários. Um colega com comportamento inadequado é capaz de trazer falta de estímulo para a equipe e prejudicar o ambiente organizacional.

Além disso, o próprio empregado poderá se sentir deslocado na empresa, o que contribui para um rendimento insatisfatório e compromete os resultados esperados.

Aumento do índice de demissões

Más contratações refletem em um número maior de demissões na organização. Isso acontece por haver incompatibilidade do profissional com a empresa e insatisfação do próprio recém-contratado ou dos outros colaboradores.

Demissões sempre geram custos altos para as companhias. Não apenas pelos acertos financeiros garantidos por leis, mas também pelas horas de trabalho que deixarão de ser realizadas. Afinal de contas, o novo profissional precisou ser treinado e outras pessoas deixaram de fazer suas funções para cumprir essa tarefa. Isso, sem falar, do tempo que deverá ser destinado à nova contratação.

Ainda, o processo de demissão pode, não necessariamente, ser do novo funcionário. Dependendo da situação, a nova contratação pode influenciar negativamente os colegas, a ponto de haver pedidos de dispensa por parte deles.

Além de tudo, uma empresa que tem alto índice de rotatividade de colaboradores pode ter uma imagem negativa no mercado, refletindo no valor da marca. Isso pode fazer com que profissionais interessados em começar uma trajetória na organização se sintam inseguros.

Como realizar uma boa contratação de funcionários?

Embora existam vários impactos, principalmente financeiros, em se realizar uma má contratação de funcionários, você pode tentar evitar que isso ocorra buscando realizar o processo seletivo de forma mais eficiente.

Tudo começa definindo bem o perfil do colaborador que se espera encontrar. Depois, será preciso divulgar a vaga e deixar claro qual candidato a empresa almeja, especificando tanto as experiências necessárias quanto a postura profissional desejada.

Durante a entrevista, o responsável por avaliar os candidatos deve ser claro e objetivo sobre a vaga. Ainda, precisa sondar o histórico das pessoas que almejam um lugar na empresa, analisando as experiências profissionais e as suas vivências. É importante que esse processo leve o tempo que for preciso e que várias pessoas sejam entrevistadas, aumentando assim, a possibilidade de acerto na contratação.

A etapa de seleção é fundamental para que a empresa consiga identificar o melhor profissional para seu time. Se for preciso, marque uma segunda entrevista com a presença de quem será o gestor direto dele, caso seja contratado. É bom contar com a opinião de quem trabalhará diretamente com o colaborador.

No fim de tudo, quando o candidato for escolhido, ainda é importante observá-lo durante o período de experiência e fazer o possível para introduzi-lo na cultura da empresa. Se for o profissional certo, rapidamente estará alinhado com os objetivos da organização.

Enfim, você pôde perceber como uma má contratação de funcionários é capaz de impactar negativamente na empresa. Se isso já aconteceu no seu local de trabalho conte para a gente! Deixe seu comentário e compartilhe sua experiência.


Faça download: Arquivo


Posts Relacionados