23 Dec Logo De Bernt Entschev

Faça do estágio um caminho para o emprego

autor post De Bernt Entschev
Bernt Entschev

O estágio é obrigatório na maioria dos cursos superiores. Trata-se do momento de aprender, observar, confrontar a realidade com o aprendizado acadêmico. Além disso, atuando dentro da empresa, o estudante começa a entrar no ritmo de trabalho, ganha essa agilidade que só a prática proporciona, pode mostrar seus talentos, sua capacidade de se envolver com pessoas e com as suas atividades.

Porém, que fique claro: o estagiário está na empresa para aprender, não para ser mão-de-obra barata. Não pode ter funções similares aos contratados e nem ser responsabilizado caso eventualmente erre na execução de uma tarefa. Afinal, cabe à empresa ensiná-lo.

Isso não quer dizer que ele não possa sugerir mudanças, criar coisas novas. Observar o dia a dia e usar a criatividade para melhorar algum produto ou serviço. Fazer bem o que é de sua competência, e então ir além do que se espera. Essa proatividade é altamente desejável para pessoas que tenham interesse em permanecer na empresa após o estágio. E pode representar o diferencial que vai destacar esse jovem na sua vida profissional.

Para os que são contratados como trainees, a situação é um pouco diferente, mas a exigência de iniciativa é a mesma. A empresas buscam nesses jovens mão-de-obra bem preparada, com conteúdo acadêmico, que serão avaliados pelo seu potencial para assumir cargos com responsabilidades no futuro. O modelo de contratar trainees para formar bons funcionários é um sucesso. Os salários são bem interessantes para quem não tem experiência profissional. Os universitários já perceberam isso. Recentemente, uma grande empresa brasileira abriu 20 vagas para trainees. Teve 20 mil candidatos inscritos.

Ao ingressar numa empresa, seja como estagiário ou trainee, um estudante deve ter em mente a oportunidade que se apresenta. Tentar ver com olhos curiosos cada atividade que lhe apresentam. Conversar com os outros funcionários, busca entender o que funciona e o que não funciona bem, e não se acomodar. Se tiver uma boa ideia, procurar desenvolvê-la da melhor forma possível e apresentá-la à pessoa responsável pela área na empresa. Quem sabe estará aí o seu futuro emprego.


Faça download: Arquivo


Posts Relacionados