24 Jan Logo De Bernt Entschev

Anote: as 5 melhores perguntas para incluir na sua entrevista

autor post De Bernt Entschev
De Bernt

melhores-perguntas-para-incluir-na-sua-entrevista

A correta seleção de candidatos para as vagas que estão abertas na empresa faz parte da rotina da equipe de Recursos Humanos. Entretanto, as perguntas para entrevista que são comuns e apenas induzem o candidato a falar sobre si e suas experiências não garantem que eles estejam aptos para o ambiente de trabalho da sua empresa.

Você deve preparar a sua equipe para ir além, fazendo questionamentos que revelem todos os detalhes da personalidade do candidato. Sendo assim, é possível usar as perguntas comportamentais, que servem para descobrir como o profissional lidou com situações passadas — dando a ideia de como ele reagirá diante delas no futuro.

Continue a leitura e anote as 5 melhores perguntas para incluir na sua entrevista!

1. Como era a relação com o seu ex-chefe?

Falar sobre chefe é algo delicado, não é verdade? Envolve ética, respeito e a própria imagem do profissional em questão. Por mais que nós saibamos que existem péssimos chefes por aí, não é profissional falar sobre eles de modo jocoso ou com o intuito de denegrir a imagem dessas pessoas.

Quem tem o hábito de falar mal das outras pessoas, escolhe as suas vítimas aleatoriamente, portanto, vale a pena perguntar ao candidato como era a relação com o ex-chefe dele. Se possível, peça para que ele descreva esse outro profissional. Observe atentamente tudo o que será dito.

O objetivo dessa pergunta é saber como o candidato fala dos seus superiores “pelas costas”. A quantidade e o tipo das informações que serão reveladas mostra muito da personalidade dele, inclusive se tem algum tipo de ressentimento ou desejo de prejudicar a imagem da empresa em que trabalhou anteriormente.

2. O que você fez para alcançar metas difíceis?

Quando a empresa está buscando um candidato que valorize a realização de metas e resultados, essa pergunta deve ser incluída na lista. Peça para que o profissional fale de um momento em que os objetivos estipulados eram muito difíceis. Pergunte o que ele fez para alcançá-los, contando sobre o processo e a meta em questão.

Essa pergunta é muito interessante em diversos aspectos. O primeiro serve para revelar se o candidato sabe o que é ou não uma meta difícil, afinal, ele e a sua empresa podem ter pontos de vistas diferentes em relação a essa questão. Isso permite saber, por exemplo, se ele será capaz de lidar com as metas existentes no seu negócio.

Também é importante saber como o candidato lidou com os objetivos que tinha, pois, é fundamental revelar se ele conseguiu manter o padrão de qualidade das demais atividades e, ao mesmo tempo, cumpriu com os desafios estabelecidos. A resposta dele pode revelar, inclusive, se ele é um profissional resiliente ou não.

3. Como eram os seus colegas de trabalho?

Peça para que o entrevistado fale dos seus colegas de trabalho do antigo emprego. Questione como ele descreveria os melhores e os piores. Como cada equipe de trabalho é diferente, essa pergunta ajudará o candidato a listar todos os pontos positivos e negativos que ele identifica no grupo.

A resposta dele indicará como ele se relaciona com as pessoas e quais são os tipos de interações que ele espera que ocorra. Como muitos candidatos sabem da importância de não falar mal dos colegas, essa é uma forma de identificar como ele lida quando é confrontado com situações agradáveis ou não.

O relacionamento interpessoal é uma das habilidades mais requeridas no ambiente de trabalho, pois os resultados da organização dependem da capacidade de todos os membros de uma equipe. Se eles não conseguem se relacionar, dificilmente trabalharão para que, em conjunto, alcancem as metas estipuladas.

4. Qual foi o projeto mais significativo da sua carreira?

Faça com que o candidato conte sobre a tarefa ou o projeto que ele considera como o mais importante da própria carreira. Peça para que ele explique o planejamento que foi usado e como tudo foi administrado, bem como o modo que ele mediu o próprio sucesso e os erros que acabaram sendo cometidos.

Observe que a pergunta inclina para um lado, ao mesmo tempo, pessoal e profissional. Por meio da resposta oriunda dela, o candidato falará sobre o próprio sucesso e senso de propriedade. Desse modo, será possível saber se ele é ou não confiante em relação ao próprio trabalho, assim como as escolhas profissionais.

Aproveite para identificar se o candidato é ou não humilde, pois sabemos que as grandes conquistas de uma organização não são obtidas por causa do trabalho de um único profissional. Verifique se outras pessoas são citadas e se ele dá os devidos créditos a elas — isso mostra o grau de interação entre ele e a ex-equipe.

5. O que as suas referências diriam sobre você?

Diga que pretende ligar para as referências do seu entrevistado e pergunte o que elas diriam sobre ele. Obviamente, as principais informações estão no currículo, mas saiba que essa pergunta ajuda a identificar contradições. Além disso, o candidato também pode falar sobre pontos importantes que não constam no currículo.

Use essa questão para descobrir mais sobre as habilidades e competências do candidato. Peça para que ele diga o que as suas referências pensam sobre o trabalho dele e aspectos como o relacionamento interpessoal. Observe como ele relata tudo e se fica inseguro diante da possibilidade de outros profissionais o avaliarem para você.

Quando o candidato está confiante acerca do próprio potencial, ele não tem motivos para dar respostas falsas ou vazias. Portanto, ele não vai demonstrar preocupação com essa pergunta e responderá com a máxima naturalidade. Anote os pontos principais e, se possível, confronte as incongruências encontradas.

As perguntas para entrevista que listamos neste artigo ajudam a enriquecer o seu script de trabalho durante as conversas com os candidatos. Tenha em mente que delas é possível extrair diversas informações e insights que ajudarão a encontrar o melhor profissional para a vaga que se encontra disponível no momento.

Essa é uma forma de coletar, organizar e analisar as informações para compreender como o candidato se comporta. No dia a dia da empresa, a ferramenta People Analytics consegue fazer isso e muito mais. Saiba tudo sobre ela neste artigo!


Faça download: Arquivo


Posts Relacionados